Jornal de Pomerode


Lutando pelos objetivos

Na quinta-feira, dia 15 de junho, foi dado o pontapé inicial para a 27ª edição do Campeonato Brasileiro de Kickboxing, que está sendo realizado no Ginásio do Morumbi, em São Paulo (SP). Mais de 1.400 atletas, vindos de 17 estados brasileiros estarão em ação.

28e2e0eb17a82080acfbe2e28e66f3ca.jpg Foto: Divulgação

Na quinta-feira, dia 15 de junho, foi dado o pontapé inicial para a 27ª edição do Campeonato Brasileiro de Kickboxing, que está sendo realizado no Ginásio do Morumbi, em São Paulo (SP). Mais de 1.400 atletas, vindos de 17 estados brasileiros estarão em ação, neste evento que é seletivo para o Mundial da Hungria. Com estrutura e premiação diferenciada, o Brasileirão 2017 é o maior e mais competitivo evento de Kickboxing do continente americano.

Nossa cidade também está sendo representada na competição. Sander Ramon Kutner, de 20 anos, vai lutar na categoria até 79kg e, caso consiga ficar entre os três primeiros colocados, poderá receber subsídios através do Programa Bolsa Atleta, pois a Confederação Brasileira de Kickboxing é inscrita nesse programa social.

Para essa competição, Kutner se preparou de maneira muito especial, tendo que, inclusive, abdicar de uma de suas paixões. “Faz um mês que eu parei de dar aula na Academia Oficina do Corpo, para me focar no Brasileiro. Foi difícil, mas, na vida, temos que fazer algumas escolhas. Por isso, parei de dar aula para conseguir buscar resultados em competições, afinal, não podemos ficar apenas aqui na região de Santa Catarina, temos que focar em nível nacional e até internacional”, pondera.

Os treinamentos, realizados com o professor Weslei Ramos, trabalharam resistência e explosão. “Optamos mais pela parte física, pois são três lutas no mesmo dia. Os treinos compreenderam corrida em morro ou escadaria, aparador e, lógico, a parte técnica”, relata o atleta.  
Após a competição nacional, o atleta tem metas bastante ambiciosas dentro das artes marciais. “Quero iniciar uma carreira profissional, pois os campeonatos como o Brasileirão, acabam saindo muito caro para os atletas. E como estamos numa situação difícil, politicamente falando, acaba prejudicando. Mas, mesmo assim, vamos com fé, em busca de nossos objetivos, afinal, é Deus no comando e foco na missão”, finaliza.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg