Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Idosos do Pommernheim pintam casquinhas para a Osterfest

A pintura começou a fazer parte da rotina de atividades manuais desenvolvida no Centro de Convivência. As casquinhas irão decorar uma árvore que estará na alameda das Osterbäume, parte da decoração para a 10ª edição da Osterfest em Pomerode

a0d62f379d265204528e29fb0b366a26.jpg Foto: Divulgação

Faltando pouco menos de um mês para a 10ª Osterfest, os preparativos para a maior páscoa do Brasil já estão sendo feitos e a organização promete várias surpresas especiais para o aniversário de 10 anos da festa. Uma das atrações que terá um toque especial será a alameda das Osterbäume, que ficará na rua Paulo Zimmerman, com cerca de 20 árvores .

Cada uma destas Osterbäume terá as casquinhas decoradas por uma instituição da cidade, como Apae e Pommernheim, por exemplo. O Centro de Convivência, inclusive, já começou a produção das casquinhas que irão decorar a Osterbaum da instituição. A produção começou na terça-feira, 30 de janeiro. 

“Em uma visita à Prefeitura, fomos convidados a contribuir com a decoração de uma Osterbaum desta alameda, que fará parte da decoração da Osterfest deste ano. Prontamente aceitamos, porque é uma atividade que trará benefícios para os idosos, além de mostrar as coisas bonitas que fazemos aqui”, conta Fabiana Fragoso, fisioterapeuta e coordenadora do Pommernheim.

As casquinhas que estão sendo pintadas pelos idosos foram fornecidas pela Prefeitura e são de plástico, já que são mais resistentes que as naturais. Eles podem pintá-las da maneira que quiserem, utilizando pincel, esponja, ou mesmo com as mãos. 

A atividade, segundo Fabiana, é também uma forma de tratamento para os internos. “Pintar as casquinhas estimula a coordenação motora, além de trazer à tona lembranças de momentos da infância, já que muitos deles faziam a pintura de casquinhas em suas casas. Também estamos pensando em promover um momento como este, de pintura, com as famílias, para estimular a interação”, afirma.

A maioria dos idosos aceita participar da atividade e se diverte com a prática. De acordo com a coordenadora, os internos se motivam com o desafio de decorar as casquinhas e, também, se empolgam enquanto estão pintando.

Dona Norma, uma das idosas que está participando da pintura das casquinhas, disse que tem prática em pintá-las. “Para mim foi ‘fichinha’, porque já pinto casquinhas de ovos há mais de 20 anos”, contou a idosa.

Já Dona Ruth falou que durante a atividade pintou um monte de casquinhas. “Botamos luvas e eu usei a esponja para pintar os meus. Acho que pintei mais de 20 ovinhos e gostei muito”, relatou. 

A pintura das casquinhas acontece sempre nas terças e quintas-feiras, acompanhando o cronograma de atividades manuais, que fazem parte da rotina dos idosos, e acontecem nestes dias. Em média, os internos ficam duas horas se dedicando à pintura. Eles devem entregar as casquinhas prontas para a organização da festa até o dia 23 de fevereiro.

 



Galeria de fotos: 3 fotos
Créditos: Divulgação Divulgação Divulgação
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg