Jornal de Pomerode


Homicídio é registrado em Pomerode e autor confessa o crime

No início da tarde de segunda-feira, 09 de outubro, as Polícias Civil e Militar de Pomerode foram acionadas para atender ocorrência de encontro de cadáver, na pensão Ventania, localizada no centro da cidade.

53d10237e66a6b82d8a3bfd407fc4c2d.jpg Foto: Matheus Martins/JP

No início da tarde de segunda-feira, 09 de outubro, as Polícias Civil e Militar de Pomerode foram acionadas para atender ocorrência de encontro de cadáver, na pensão Ventania, localizada no centro da cidade.

E, após a chegada das viaturas, por volta das 12h20min, e a confirmação do óbito de Erasmo Mohr, de 49 anos, os trabalhos realizados estavam voltados a descobrir a autoria do homicídio. Imediatamente, o Instituto Geral de Perícias também foi acionado para poder coletar provas e, posteriormente, fornecer laudo pericial com as causas e circunstâncias da morte.

No local, a polícia constatou que a porta do quarto no qual Erasmo vivia há pouco mais de oito meses estava com sinais de arrombamento. Testemunhas informaram que a porta estava entreaberta e, ao olhar para dentro, puderam observar o corpo da vítima deitado no chão, uma poça de sangue ao lado de seu corpo, além de uma faca no chão e outra cravada em seu abdômen.

Pouco mais de uma hora após o registro da ocorrência, o autor do crime foi identificado e confessou ter assassinado Erasmo após desavenças. Natan Rafael Losano Pinto, de 23 anos, também residia na pensão e era filho da responsável pela faxina no local. “Em princípio ele havia negado. No entanto, após o conjunto levantado e dos depoimentos dos demais moradores da pensão, ele acabou confessando que a vítima encrencava com todos que ali viviam, sendo também ofensivo, o que não lhe agradava. O autor informou, ainda, que a vítima teria ofendido, também, a sua mãe. Então, na manhã de segunda, segundo ele, por volta das 6h, teria invadido o quarto da vítima, entrado em luta corporal e acabou lhe desferindo uma facada”, explica o delegado de Pomerode, Luiz Carlos Gross.

Erasmo Mohr era natural de Ibirama e já possuía passagens policias por violência doméstica. O autor do crime, Natan Rafael Losano Pinto era natural de Curitiba (PR) e também possuía passagens pela polícia, sendo lesão corporal grave e vias de fato.

 Confira a matéria em vídeo aqui



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 4 fotos
Créditos: Matheus Martins/JP Matheus Martins/JP Matheus Martins/JP Matheus Martins/JP
Vídeos relacionados:
Play Semana inicia com homicídio em Pomerode

Semana inicia com homicídio em Pomerode










Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg