Jornal de Pomerode


Fundam 2 com recursos garantidos

Foi confirmada a liberação de R$ 750 milhões para a realização da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam 2). A notícia foi anunciada pelo governador Raimundo Colombo na quarta-feira, 23 de agosto, em Brasília, após audiência com o presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

239b88963439b96e28be5cb1ddb4bde1.jpeg Foto: Divulgação

Foi confirmada a liberação de R$ 750 milhões para a realização da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam 2). A notícia foi anunciada pelo governador Raimundo Colombo na quarta-feira, 23 de agosto, em Brasília, após audiência com o presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. O tema também foi tratado pelo governador em reunião pela manhã com a diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro. 

“Já temos todas as autorizações, tanto que na quinta-feira oficializamos a parceria com a equipe do Ministério da Fazenda. O Fundam é um programa que deu muito certo na primeira edição e tem seu sucesso reconhecido. Por isso, será repetido, beneficiando, mais uma vez, os municípios catarinenses de forma democrática e apartidária”, destacou o governador Colombo.

O projeto para a segunda edição foi aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 21 de junho e os primeiros contratos devem ser assinados a partir de setembro. A exemplo da primeira edição, a meta é contemplar todos os 295 municípios catarinenses e garantir autonomia para que cada prefeitura escolha o investimento a ser feito dentro das áreas previstas.

Antes de ir para Brasília, o governador Colombo participou de reunião com a diretora de Infraestrutura e Sustentabilidade do BNDES, Marilene Ramos. No encontro do Rio, os diretores do BRDE, que seguirá como gestor do fundo, Júlio Pungan e Nelson Roni dos Santos, apresentaram os resultados da primeira edição do Fundam, que distribuiu R$ 606 milhões. Foram investimentos em todos os municípios catarinenses, em diferentes áreas, especialmente saúde, educação, saneamento básico e infraestrutura.

O destino do investimento foi uma decisão de cada município, modelo que será repetido nesta segunda edição. Como cada município apresentou até dois projetos, foram assinados 453 convênios na primeira edição, que possibilitaram a compra de 976 equipamentos, máquinas e veículos, a realização de 56 obras e a pavimentação de 1.358 ruas, o que corresponde a 538 quilômetros lineares pavimentados.

Colombo lembrou que já realizou 20 reuniões em associações de municípios para pedir que os prefeitos comecem a preparar os projetos para o Fundam 2. Uma nova reunião deve ser realizada em Florianópolis nos próximos dias.



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • f782967c3aaf9debcc3e55baaade247c.jpg