Jornal de Pomerode


Festa alemã em territórios argentinos

Neste mês, além das festividades em Santa Catarina, a cultura germânica cultivada na região ultrapassou os limites nacionais e foi levada à Argentina, onde acontece a Oktoberfest de Villa General Belgrano, há 54 anos.

1081d00828761044e171da8544382319.jpg Foto: Divulgação

Neste mês, além das festividades em Santa Catarina, a cultura germânica cultivada na região ultrapassou os limites nacionais e foi levada à Argentina, onde acontece a Oktoberfest de Villa General Belgrano, há 54 anos. Pomerode esteve representada na festa, com a presença do integrante do Grupo Folclórico Alpino Germânico, André Siewert. 

A participação veio a partir de um convite do integrante do grupo Choppmotorrad, Ingo Penz, para que Siewerdt fosse à Argentina junto com a banda. Este contato aconteceu em agosto, durante a Catarinafest, em Brasília. No total, a comitiva brasileira na festa foi formada por 11 pessoas, que embarcaram rumo ao país vizinho no dia 04 de outubro e ficaram lá até dia 09. 

Segundo Siewert, o principal objetivo da ida à Oktoberfest da Argentina foi a divulgação das práticas e tradições germânicas aqui, mostrar o que é feito nas festas que celebram a cultura. “Foi uma experiência muito boa, porque foi a primeira vez que tive a oportunidade de ir. É uma festa bastante diferente das nossas aqui, por isso, foi um grande aprendizado”, comenta. 

Ele explica que a Oktoberfest de Villa General Belgrano tem duas semanas de duração, e ocorrem desfiles típicos diários. Além disso, a festa recebe diversos Grupos Folclóricos de várias regiões e vários países diferentes, promovendo uma troca cultural muito rica, de acordo com o relato de Siewert. “A cidade não é muito grande, tem em torno de 15 mil habitantes. Mesmo assim, a Oktoberfest possui um grande porte. Outra diferença, é que ela é realizada num bosque, algo parecido com um parque e é muito bem estruturada”, afirma. 

Ele conta que os grupos que estão participando da Oktoberfest, se apresentam também no centro da cidade, de forma gratuita, objetivando evidenciar ainda mais a cultura. Sobre a cidade, Villa General Belgrano é ordeira e hospitaleira, com diversas características rústicas, como sinalizações e espaços públicos. 

Siewert finaliza enfatizando a receptividade do povo argentino para com a comitiva brasileira, que recebeu um grande destaque por parte da Secretaria de Turismo. “Quero agradecer ao grupo da AFG de Blumenau, por ter levado nossa cultura ao país vizinho; e a toda secretaria de Turismo da Villa General Belgrano, pela excelente receptividade. A ideia é voltar com o grupo e levando mais da cultura de Pomerode, mais das nossas tradições, porque a ideia sempre é essa. Pretendo voltar, assim que possível”, encerra. 



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg