Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Downhill sobe ao pódio no litoral

No fim de semana passado, dias 29 e 30 de setembro, a cidade de Balneário Camboriú, na pista localizada no Morro da Aguada (Praia de Laranjeiras), cuja largada está a 237 metros acima do nível do mar, num percurso de 1.410m, recebeu o Meeting Primavera de Downhill.

631d1af7dccd65816789dfdcd1c235a5.jpg Foto: Giovani Almeida

A modalidade do Downhill vem se consolidando no calendário esportivo de Pomerode, graças ao esforço e competência de seus atletas, bem como, ao trabalho de alguns abnegados, que fazem desta modalidade, o seu estilo de vida. Nesse sentido, a equipe pomerodense, no fim de semana passado, dias 29 e 30 de setembro, partiu para a cidade de Balneário Camboriú, a fim de cumprir mais um desafio.

Na ocasião, a pista localizada no Morro da Aguada (Praia de Laranjeiras), cuja largada está a 237 metros acima do nível do mar, num percurso de 1.410m, recebeu o Meeting Primavera de Downhill, etapa que conta pontos para o Ranking Estadual da Federação Catarinense de Ciclismo (FCC) e para o Ranking Nacional da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

A delegação pomerodense foi composta por sete pilotos, no entanto, Rodrigo Tiago Volkmann acabou caindo nos treinamentos - sábado pela manhã -, o que fez com que ele não participasse da prova. No entanto, o restante da turma foi para a pista e, mesmo com alguns percalços, representou bem a nossa cidade. Na Categoria Full, Rafael Mohr fez o nono tempo (3’01”754), seguido por Lucas Eduardo Oechsler, que ficou na 11ª colocação (3’04”607), por Rodrigo Henrique Oechsler, 15º colocado (3’13”325) e por Matheus Piske, na 21ª colocação (6’53”260). E, claro, não poderia faltar pomerodense no pódio. É o caso de Pablo Henrique Schumann, que terminou em terceiro na Categoria Infanto Juvenil, terminando o percurso em 2’51”008. E também de William César Michalack, que chegou em primeiro na Categoria Rígida, na marca de 2’43”893.

“Para mim, o resultado foi de grande importância, porque no começo do ano, participei de uma etapa na mesma pista e não obtive o resultado que eu queria. Além disso, essa conquista agrega muito na ‘bagagem’ da temporada deste ano, que foi muito boa”, enfatiza Michalack.

Para o piloto, as condições da pista estavam muito favoráveis, o que proporcionou uma descida mais agressiva, em grande velocidade. “O percurso estava seco e com muita poeira, o que tornou tudo mais alucinante, pois qualquer escapada, poderia resultar em um tombo. Ainda mais numa pista bastante técnica, cheia de pedras e saltos. Fiz bons treinos, forçando bastante, pois sabia que a concorrência seria acirrada, o que exigiu muito preparo. Pequei em alguns momentos, porém, ainda consegui um bom resultado”, acrescenta.

Já Pablo Schumann, que ocupa a segunda posição no Ranking Estadual, em sua categoria, considerou o resultado de Balneário Camboriú muito positivo. “Foi uma boa conquista, principalmente, por ser considerado ainda novo neste esporte. Fiz uma descida tranquila e consegui subir ao pódio, o que é de extrema importância”, destaca.

A próxima etapa, que finaliza a pontuação estadual e também é válida ao Ranking Nacional, está marcada para os dias 24 e 25 de novembro, na cidade de Urubici. A equipe pomerodense de Downhill tem o apoio da Funpeel, juntamente com o Zoo Pomerode e a Dárien Bike Shop, patrocinadores oficiais.



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: Divulgação Divulgação
Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg