Jornal de Pomerode


Divulgado novo ranking digital dos clubes brasileiros

Com o levantamento deste mês, o Ibope Repucom ressalta a diminuição no ritmo de crescimento do Flamengo, uma vez que o clube carioca incorporou apenas 104 mil novas inscrições, seu menor volume mensal em 2017.

2592b873254d20f47ac257b93e643961.jpg Foto: Divulgação

Com o levantamento deste mês, o Ibope Repucom ressalta a diminuição no ritmo de crescimento do Flamengo, uma vez que o clube carioca incorporou apenas 104 mil novas inscrições, seu menor volume mensal em 2017. Em contrapartida, o rubro-negro viu sua vantagem para o vice-líder Corinthians aumentar de 35 para 48 mil inscrições - o clube paulista também obteve um crescimento menor que o habitual em 2017. Comparado ao levantamento anterior, o time paulista somou 92 mil novas inscrições em suas redes, o terceiro pior desempenho mensal do clube no ano.

Outro protagonista do levantamento atual é o São Paulo, que registrou 94 mil novos inscritos, o segundo maior volume do Brasil em outubro. O tricolor cresceu apenas dez mil a menos que o Flamengo e dois acima do rival Corinthians, atual líder do Brasileirão.

Aliás, o ranking deste mês tem um novo integrante: o Vila Nova, que registrou crescimento de cerca de oito mil inscritos e ultrapassou o Audax (SP). Não possuir conta no Twitter e não informar publicamente o volume de inscritos em seu canal no YouTube, foram fatores que, certamente, fizeram o alvirrubro perder posições no ranking.

 

SUL DO BRASIL - O Grêmio, atual finalista da Copa Libertadores da América, viu sua diferença para a Chapecoense crescer 40%, já apresentando 240 mil inscritos de diferença para a 7ª colocada. O ano tem um sido um período favorável para o clube gaúcho que, desde janeiro, somou 665 mil novos inscritos, 20% superior ao seu arquirrival, Internacional, desde o mês de janeiro. Já a Chapecoense registrou queda pelo segundo mês consecutivo no volume combinado de suas redes sociais. Em novembro, a Chape registrou perda de inscritos em suas contas no Facebook, Twitter e Instagram.

Por outro lado, o Paraná Clube obteve uma taxa de 6% de crescimento, a maior entre todos os clubes monitorados. Tal rendimento fez o clube aumentar sua diferença para o Red Bull Brasil, e se consolidar na 34ª posição no ranking.



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg