Jornal de Pomerode


Direto da cidade do Rock

Uma experiência fantástica. Assim pode ser descrita a ida do casal de arquitetos Cristina Fausel e Timóteo Hoffmann ao festival Rock in Rio, realizado na Cidade Maravilhosa entre os dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro. Esta foi a primeira vez que foram ao Rock in Rio, mas o desejo já era antigo.

8aef309f564654e9cfe93178c6c235da.jpg Foto: Divulgação

Uma experiência fantástica. Assim pode ser descrita a ida do casal de arquitetos Cristina Fausel e Timóteo Hoffmann ao festival Rock in Rio, realizado na Cidade Maravilhosa entre os dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro. Esta foi a primeira vez que foram ao Rock in Rio, mas o desejo já era antigo. 

Os dois estiveram no festival em seu primeiro dia, e puderam curtir os shows de Ivete Sangalo, da banda americana Maroon 5, que substituiu Lady Gaga, além de sentir na pele a emoção provocada pelo discurso inflamado de Gisele Bündchen sobre a importância da preservação da Amazônia.

“Nós já participamos de alguns shows antes, mas nada que se possa comparar ao tamanho e à dimensão do Rock in Rio. Nossa ideia era poder assistir ao show da Lady Gaga, mas, infelizmente não foi possível, já que ela cancelou por motivos de saúde, mas, mesmo assim, aproveitamos muito a experiência”, conta Hoffmann. 
Eles revelam, também, que ficaram até um pouco surpresos com a variedade musical que o festival oferece, tendo opções para todos os gostos e estilos musicais.

Além disso, por se tratar de um evento de grande porte, foi uma surpresa ver o quanto ele era organizado, limpo e tranquilo. 

“Foi fácil se locomover lá dentro, porque era tudo muito perto. Não tivemos problemas para chegar ao festival, porque o metrô oferecia linhas exclusivas para quem ia ao Rock in Rio. Também vimos muitas famílias e crianças, algo que foi muito legal”, conta Cristina. 

Por mais que estivessem apreensivos por causa da crescente violência no Rio de Janeiro, eles seguiram em frente e resolveram curtir o tempo na cidade. Eles ficaram no município carioca por quatro dias e aproveitaram, também, para conhecer os principais pontos turísticos, como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, por exemplo’. 

Eles finalizam enaltecendo o quanto a experiência é mágica. “É uma energia completamente diferente, algo inexplicável e especial. Para quem puder ir um dia, é uma vivência inesquecível, que vale muito a pena ser vivida”, finaliza Hoffmann.

 



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: Divulgação Divulgação









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg