Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Difundindo a tecnologia

Idosos do Pommernheim participam de oficina de informática, levando-os aos equipamentos da geração atual. Tudo começou quando Agnaldo Montibeler, técnico de informática que hoje está aposentado, doou dois notebook’s para serem usados. E foi a partir daí que a oficina de informática começou

44c861cc95379f89160859578a1fa837.jpg Foto: Raphael Carrasco/Jornal de Pomerode

Tecnologia. A palavra é bem familiar, principalmente, nos dias de hoje. Ela pode ter aspectos positivos e, também, negativos, dependendo da forma como ela é usada. 

E, nos dias de hoje, usa r um computador, celular e outros aparelhos desse tipo, já faz parte da nossa rotina. Mas, no Centro de Convivência Pommernheim, a tecnologia está se juntando com pessoas de uma outra geração, afinal, está sendo realizado por lá, uma oficina de informática.

Tudo começou quando Agnaldo Montibeler, técnico de informática que hoje está aposentado, doou dois notebook’s para serem usados. E foi a partir daí que a oficina de informática começou a ser colocada em prática. Por enquanto, o encontro está sendo realizado mensalmente, todas as terças-feiras.

Montibeler vai até o Centro para ajudar os idosos, que aceitaram participar da oficina, e ensina passo a passo a navegar na internet e utilizar os outros recursos disponíveis no computador. No dia que nossa equipe de reportagem visitou o Pommernheim, para acompanhar de perto a oficina, nos deparamos com a dona Ruth e o seu Cristóvão se divertindo, enquanto acessavam sites pela internet. 

 Ruth, natural de Timbó, pediu para que Montibeler entrasse em sites que mostrassem fotografias da cidade, relembrando o tempo que a idosa passou pelo município vizinho de Pomerode. Já Cristóvão também pediu para conferir imagens de Balneário Camboriú e Ilhota, cidades por onde viveu durante anos.

A coordenadora e fisioterapeuta do Pommernheim, Fabiana Fragoso, explica que a oficina de informática, tem o como o objetivo de integrar esta geração com a atual.

“Nós buscamos fazer uma conexão entre novo, o moderno, já que a tecnologia, no tempo deles de juventude, não existia. Essa conexão os motiva, pois se deslumbram com a rapidez da informação, que é diferente do jornal impresso e nisso, estamos vendo bons resultados”, comenta a fisioterapeuta.

O técnico de informática, que também é voluntário, teve duas inspirações para concretizar a ideia de difundir a tecnologia, no Centro de Convivência.

“Eu sempre passava pela frente do Pommerheim, pois é o caminho que faço quando volto pra casa e ficava pensando e imaginando como era o dia a dia de quem integra o Centro. Além disso, ensinei minha mãe, de 84 anos, a usar o WhatsApp, e todos os dias ela manda uma mensagem de bom dia para o grupo da família, em áudio. Então, se eu consegui ensinar a minha mãe, porque não explicar como usar um celular ou um computador para eles? Por isso, resolvi vir e participar das oficinas e é muito gratificante ver a felicidade deles, a alegria quando assistem vídeos e vêem fotos, é algo que, realmente, não tem preço”, declara.

O Centro de Convivência Pommernheim fica localizado na Rua Progresso, 578, Testo Alto. Você pode fazer uma visita e deixar o dia melhor dos idosos que integram a instituição. Para mais informações, entre em contato através do telefone (47) 3395-0023.

 



Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg