Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Definida grade da temporada 2019 da Fórmula 1

A temporada 2019 terá 21 provas e 20 pilotos, de 15 países. A recente contratação do canadense Lance Stroll (ex-Williams) pela Force India definiu a grade do Mundial do próximo ano. Apenas a campeã Mercedes e a Haas mantiveram os pilotos deste ano.

04d217c16a48e18c2336778c3b5d4d2c.jpg Foto: Divulgação

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) divulgou a grade da próxima temporada da Fórmula 1. Os fãs de velocidade já podem conferir o calendário, os pilotos e equipes que irão disputar a mais importante modalidade de automobilismo do mundo.

A temporada 2019 terá 21 provas e 20 pilotos, de 15 países. A recente contratação do canadense Lance Stroll (ex-Williams) pela Force India definiu a grade do Mundial do próximo ano. Apenas a campeã Mercedes e a Haas mantiveram os pilotos deste ano, as demais escuderias passaram por várias mudanças.

Na Ferrari, o finlandês Kimi Raikkonen deu lugar ao monegasco Charles Lerclerc, passando a correr pela Sauber. Vale destacar também a saída de Daniel Ricciardo da Red Bull, que passa a vestir as cores da Renault. Ricciardo terá como companheiro de equipe Nico Hülkenberg, uma vez que Carlos Sainz saiu da escuderia francesa para a McLaren, da Inglaterra.

O retorno do polonês Robert Kubica e do italiano Antonio Giovinazzi à categoria, e a chegada do tailandês Alexander Albon, completam as 15 nações representadas na temporada de 2019 da F1. São elas: Alemanha, Austrália, Canadá, Dinamarca, Espanha, França, Finlândia, Grã-Bretanha, Holanda, Itália, México, Mônaco, Polônia, Rússia e Tailândia.

Outra novidade já anunciada é a mudança do nome da equipe conhecida como Force India, que, a partir de 2019, passará a ser chamada de Racing Point. Sobre os números dos pilotos, o único que ainda não está definido é o de Alexander Albon – que nas categorias inferiores usou o 5 -, numeral já utilizado por Sebastian Vettel, da Alemanha.

Veja lista completa de equipes e pilotos da temporada 2019 da Fórmula 1:

FERRARI: Sebastian Vettel (Alemanha) e Charles Leclerc (Mônaco);

MERCEDES: Lewis Hamilton (Grã-Bretanha) e Valtteri Bottas (Finlândia);

RED BULL: Max Verstappen (Holanda) e Pierre Gasly (França);

McLAREN: Carlos Sainz (Espanha) e Lando Norris (Grã-Bretanha);

RENAULT: Daniel Ricciardo (Austrália) e Nico Hülkenberg (Alemanha);

SAUBER: Kimi Räikkönen (Finlândia) e Antonio Giovinazzi (Itália);

HAAS: Romain Grosjean (França) e Kevin Magnussen (Dinamarca)

FORCE INDIA: Sergio Pérez (México) e Lance Stroll (Canadá)

TORO ROSSO: Daniil Kvyat (Rússia) e Alexander Albon (Tailândia)

WILLIAMS: George Rusell (Grã-Bretanha) e Robert Kubica (Polônia)

Seguindo a tradição dos últimos anos, a Austrália abre novamente a temporada em 2019. Confira o calendário da categoria:

17/03 – Austrália (Melbourne)

31/03 – Bahrain (Sakhir)

14/04 – China (Shanghai)

28/04 – Azerbaijão (Baku)

12/05 – Espanha (Barcelona)

26/05 – Mônaco (Mônaco)

09/06 – Canadá (Montreal)

23/06 – França (Le Castellet)

30/06 – Áustria (Spielberg)

14/07 – Grã-Bretanha (Silverstone)

28/07 – Alemanha (Hockenheim)

04/08 – Hungria (Budapeste)

01/09 – Bélgica (Spa)

08/09 – Itália (Monza)

22/09 – Cingapura (Cingapura)

29/09 – Rússia (Sochi)

13/10 – Japão (Suzuka)

27/10 – México (Cidade do México)

03/11 – EUA (Austin)

17/11 – Brasil (São Paulo)

01/12 – Abu Dhabi (Yas Marina)



Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg