Jornal de Pomerode - Curta-a-baixa-temporada-sem-gastar-muito-66183 
Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Curta a baixa temporada sem gastar muito

Destinos mais em conta para curtir muito a época do inverno

bc7cf76333469bb89f834be5b3a455c4.jpg Foto: Divulgação

Com as temperaturas baixas típicas de inverno, os destinos turísticos tradicionais desta época do ano atraem centenas e até milhares de pessoas e, consequentemente, os preços de hospedagem e de outras necessidades aumentam exponencialmente. Mas, nem todos desejam gastar tanto em uma viagem, por isso, é interessante pensar em destinos que, durante o inverno estão na famosa “baixa temporada” e, portanto, mais acessíveis.

Para quem não quer desembolsar tanto para fazer uma viagem tão especial quanto, listamos algumas cidades que se encaixam exatamente neste desejo e, mesmo assim, não deixam de oferecer uma viagem inesquecível.

Passa Quatro – MG 

A cidade fica em uma das regiões mais altas de Minas Gerais e do país, portanto, também tem o clima mais frio, típico do inverno. Cachoeiras e montanhas tornam o cenário ainda mais encantador e os visitantes podem apreciar os famosos queijos mineiros e o doce de leite caseiro. Os apaixonados por história podem curtir um passeio de trem com a locomotiva Maria Fumaça, fazendo uma viagem pelo século passado.

Também é um passeio pela história da região uma caminhada pelas ruas com os casarios construídos entre os séculos XIX e XX. A cidade tem um conjunto tombado como patrimônio histórico, arquitetônico e cultural, que é um cenário ideal para circular a pé pelas ruas de paralelepípedo de Passa Quatro, além de outras atrações culturais.

Cunha – SP 

Cunha, em São Paulo, é cercada de rios, muitas árvores e até cachoeiras, proporcionando belas paisagens a quem a visita. As cerâmicas e as famosas plantações de lavanda são alguns dos destaques do município de Cunha. 

O turista que passar pela cidade na época mais fria do ano pode aproveitar, também, o Festival de Inverno de Cunha, que promove passeios para apreciar a natureza e o clima da região, combinado com boa música e gastronomia. Neste quesito, o Festival é um show à parte, pois oferece truta, pinhão, cordeiro, shitake e outros. Além disso, cardápios especialmente elaborados para o inverno estarão disponíveis nos restaurantes locais, que são dirigidos por chefs renomados e reconhecidos pela excelência e pela qualidade.

Santo Antônio do Pinhal – SP 

Santo Antônio do Pinhal é o local ideal para quem gosta de muito verde e montanhas. Mas também é recheado de opções de lazer, que vão desde feirinhas de artesanato até trilhas através das montanhas. 

Uma das opções é conhecer o Pico do Agudo, na Serra da Mantiqueira, que é um dos mais altos do Brasil. Casas de fondue e de vinhos também podem ser uma opção no roteiro por Santo Antônio do Pinhal.

Brumadinho – MG 

O pequeno município na região metropolitana de Belo Horizonte não tem mais do que 35 mil residentes oficiais, mas está sempre cheio visitantes de todas as partes do Brasil e do mundo. Tudo graças ao Instituto Inhotim, um complexo cultural de renome internacional. Trata-se do maior centro de arte ao ar livre da América Latina, e sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil. 

Em seus mais de 100 hectares, arte e natureza convivem harmoniosamente, com seus belos jardins botânicos, galerias, lagos ornamentais, decoração arrojada e milhares de espécies de plantas, muitas delas raras (como a flor-cadáver, a maior do mundo).



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg