Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Criada Comissão da Saúde para melhorar o atendimento à comunidade

Objetivo é melhorar o atendimento à saúde da população. Criada na tarde de terça-feira, 09 de outubro, a Comissão da Saúde vai debater formas de melhorar a atenção à saúde dos munícipes em Pomerode

21915139f58cf32ec43451042d4b475a.jpg Foto: Divulgação

Com o objetivo de melhorar o atendimento à comunidade, com relação aos serviços de saúde, foi criada na tarde de terça-feira, 09 de outubro, a Comissão da Saúde, que vai debater formas de melhorar a atenção à saúde dos munícipes em Pomerode. A Comissão é formada pelo presidente da Câmara, Amarildo da Silva; o analista Financeiro, Juliano Bohn; o secretário de Saúde, Marcos Bönmann; Alexandre Ewald, do Conselho Municipal da Saúde; o secretário da Fazenda, Gernado Riemer; Cleones Hostins, do Consórcio Sinsavi; e o diretor Executivo do Hospital, Frank Volkmann.

A reunião que definiu a Comissão foi realizada na Câmara de Vereadores e, também, foi um momento para discutir aspectos relacionados à saúde no município. O encontro foi uma forma encontrada pelo Legislativo de saber como funciona o agendamento e realização de procedimentos no HMRT, bem como, apresentar as reivindicações da comunidade. O presidente da Câmara, que convocou a reunião, fez um alerta sobre a crise da saúde no município. Enfatizou, tendo o apoio dos demais parlamentares, que o Legislativo se compromete em disponibilizar um repasse de verbas oriundos de sobras parlamentares, mas que, em contrapartida, deve haver um acordo com o HMRT para uma diminuição da fila de espera dos que aguardam pela realização de exames e cirurgias. 

“Nada mais justo do que ajudar o Hospital, mas deve haver um comprometimento por parte da entidade na diminuição da fila de espera”, colocou da Silva. O diretor Executivo do Hospital informou que apresentará, periodicamente, um levantamento dos atendimentos da Instituição para que o Legislativo entenda a morosidade gerada.

Dentre as demandas solicitadas pelo presidente da Câmara, a criação de um serviço de ouvidora para o atendimento de queixas dos munícipes que precisam ser melhor avaliados e para que tenham um encaminhamento correto; a instalação de protocolos de prioridades, onde já existe um disponibilizado pelo Ministério da Saúde (Protocolo de Manchester); e a diferenciação de pacientes na porta de acesso ao Hospital entre SUS, atendimentos privados e convênios.

Na terça-feira, 16 de outubro, a Comissão esteve, novamente, reunida no Salão Nobre da Prefeitura, e no encontro foi definido que será feito um levantamento das demandas para 2019, como por exemplo as cirurgias pendentes, realizadas no HMRT ou não.

As reuniões da comissão continuarão sendo realizadas até que haja um consenso sobre o que se pode fazer para amenizar o problema de espera na fila por exames e cirurgias no município, além de outras demandas da área da saúde. O próximo encontro está marcado para quarta-feira, dia 24 de outubro, às 16h.
Estiveram presentes na reunião desta terça, os vereadores Aldino Oldenburg, Amarildo da Sila e Zauri do Nascimento, além de representantes da administração do HMRT.

 



Veja também:









Publicidade

  • 
    40eea598239df4ba8fefa63810b76c18.jpg