Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Contagem regressiva para os Jasc 2019

Os três municípios, a partir da semana que vem, iniciarão as tratativas para organizar a maior competição esportiva de Santa Catarina. Aguns detalhes já estão definidos, como locais de competições, segundo informações do presidente da Funpeel, Arlindo Ewald

351ad3847606775e99a4af6437ac4258.jpg Foto: Divulgação

O mês de novembro será bastante movimentado, em termos esportivos, para a cidade de Pomerode. Isso se deve os fato de a cidade sediar, juntamente com Timbó e Indaial, a 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). As disputas acontecerão entre os dias 06 e 17, reunindo milhares de atletas, de diferentes partes de Santa Catarina.

Assim como em 2004 e 2008 - apesar de não ter sido concluído -, as três cidades sediarão o maior evento esportivo do estado e, para isso, já estão iniciando as conversas para definir as primeiras ações. Tanto que há uma reunião marcada para a próxima terça-feira, dia 12 de fevereiro, em Timbó, reunindo os três presidentes das fundações: Arlindo Ewald (Pomerode), Márcio Elísio (Timbó) e Ademir Packer (Indaial). “Neste primeiro momento, vamos nos reunir para definirmos a logomarca do evento, bem como, iniciar os trabalhos propriamente ditos”, destaca Ewald.

No entanto, alguns detalhes já estão definidos, como locais de competições. Segundo o presidente da Funpeel, o critério para a escolha desses locais é a representatividade de cada modalidade em seu município. Por exemplo, Pomerode receberá as disputas do Bolão Feminino, Ciclismo, Downhill, Futebol Feminino, Futsal Masculino e Feminino, Ginástica Artística Masculino e Feminino e Punhobol. Além disso, há a possibilidade do Tiro ao Prato e Tiro Carabina Apoiada também serem sediados em nossa cidade. “O Bolão, possivelmente, será ou no 25 de Julho, em Testo Rega, ou no Belz, em Testo Alto. Já o Ciclismo vai integrar as três cidades e o Downhill, será na Pista localizada nos Fundos do Parque de Eventos. O Ginásio do Dr. Blumenau receberá a Ginástica Artística; o Punhobol, será realizado no campo anexo à Pista de Atletismo; e o Futebol Feminino, em dois dos muitos estádios que Pomerode possui”, enumera.

Em termo de estrutura, Ewald tem a certeza de que Pomerode está muito bem servida e que os investimentos em melhorias serão pontuais. “Algumas reformas já estamos realizando, como no Ginásio Ralf Knaesel, que receberá o Futsal. Acredito que os outros locais estejam mais tranquilos com relação à estrutura, até porque, nós já temos o legado de outras edições dos Jogos Abertos, o que vai facilitar o nosso trabalho”. 

Além disso, cada município terá uma CCO, no entanto, a principal será na cidade de Timbó, bem como, a abertura da competição. “Como eles completarão 150 anos de emancipação política, nada mais justo do que levar a abertura para lá. E Pomerode já teve a oportunidade de sediar a CCO, em 2008, portanto, desde lá já havia esse acordo”, declara o presidente, acrescentando que a CCO “pomerodense” será no Parque de Eventos.

Este trabalho conjunto visa dar o brilho que os Jogos Abertos de Santa Catarina merecem. “É a maior competição em nível estadual e uma das maiores do Brasil. E o novo governo, que tem no presidente da Fesporte, Rui Godinho, um ex-atleta, tem o interesse de fazer com que os Jogos Abertos brilhem. E este é, também, o nosso intuito, pois Pomerode, Timbó e Indaial possuem um legado muito forte. Temos a facilidade de ter locais de competição sempre muito cuidados, juntamente com as escolas, que servem de alojamento, com estrutura adequada. Por isso, tenho certeza de que os 59º Jasc ficarão para a história”, finaliza.

Novas atrações para o Jasc

Rui Godinho, defensor da proposta de inclusão de novas modalidades esportivas no escopo das competições que sua entidade coordena, apresentou aos membros do CED-SC a inclusão, na forma de atração especial ou de apresentação, das modalidades de Muay Thai - arte marcial tailandesa - e o Boxe, durante a disputa dos Jasc.

Segundo o presidente da Fesporte, as duas modalidades possuem características semelhantes e poderão ser disputadas no mesmo ambiente (ringue) sem que, com isso, possa gerar mais despesas. Originalmente, a iniciativa tem por objetivo proporcionar um atrativo especial ao público que frequentar os Jasc, constituindo-se, também, num pontapé inicial para que, futuramente, possam se tornar definitivas. 

Conforme a Instrução Normativa Nº 01/CED2017, no primeiro ano a modalidade será considerada de “apresentação”. Nos dois anos seguintes, “provisória” e, somente após o fim do terceiro ano, a modalidade poderá ser considerada oficial, ou não.

Atualmente, a única modalidade que percorrer esse caminho é o Jiu-jitsu que, no ano passado, em Caçador, cumpriu seu primeiro ano de apresentação, com a participação de mais de 130 atletas, representantes de 60 municípios.

 



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação
Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg