Terca-Feira, 20 de Agosto de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 15Cº / Min 10°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Clássicos que valem a pena ver de novo

Conhecida por live-action, a técnica utiliza “atores reais” para interpretação. Ou seja, as animações clássicas da Disney estão se transformando em grandes produções cinematográficas, envolvendo atores de renome do cinema

86e03c966953c570cd668e47c488648e.jpg Foto: Divulgação / Disney Pictures

Você já assistiu a algum filme que é considerado um clássico do cinema ou algum longa que fez um sucesso estrondoso? Com certeza já, não é mesmo? E uma das maiores produtoras de filmes do mundo (e que com certeza você já viu algum feito por ela), a Disney, está trazendo de volta as animações que marcaram gerações, para os cinemas, completamente remasterizados, utilizando toda a tecnologia atual de efeitos visuais, utilizadas na nova saga de Star Wars, Os Vingadores, Pixar e outros longas.

Conhecida por live-action, a técnica utiliza “atores reais” para interpretação. Ou seja, as animações clássicas da Disney estão se transformando em grandes produções cinematográficas, envolvendo atores de renome do cinema. 

Um desses exemplos é Dumbo. O filme que estreou em março deste ano, conta a história do “elefantinho” voador, muito conhecido por várias e várias gerações, já que, o desenho original foi lançado em 1941. A regravação em formato real contou com com Colin Farrel e Eva Green, nomes populares no mundo do cinema internacional. O filme arrecadou US$ 344.429.396 de bilheteria, em todo o mundo, e o lançamento em DVD e mídias digitais, está previsto para o mês de junho. 

Quem já está na lista de espera e que irá estrear logo é “Aladdin”, outro desenho que é considerado um dos maiores clássicos da Disney. A animação, de 1992, ganhará uma “nova cara” em mais um live-action da produtora americana. E ele contará com a interpretação de Will Smith, que fará o papel do Gênio. No Brasil, o longa deve estrear no dia 23 de maio.

Outro que também é muito esperado pelo público, é Rei Leão. A animação, que conta a história de Simba e companhia, também já foi regravado, utilizando cenários reais e capturas de movimentos, além da tecnologia de efeitos especiais que darão vida aos personagens icônicos do desenho animado, lançado em 1994. Aqui em nosso País, o longa está previsto para o dia 18 de julho.

A Disney também divulgou outros sucessos que fazem parte da sua lista clássica de animações. Peter Pan, Pinóquio, Cruella e Branca de Neve e os Sete Anões, irão ganhar uma versão de live-action. Esses títulos já foram confirmados pela produtora.

Onde tudo começou

A técnica de live-action já é usada pela Disney desde 1994, quando resolveu lançar a sua primeira adaptação de animação para filme com atores reais. A Lenda do Livro da Selva foi o primeiro longa que utilizou o live-action, seguido de 101 e 102 Dálmatas, lançados em 1996 e 2000. Outros filmes que foram bem recebidos pela crítica e que ganharam uma regravação foram Malévola, Alice no País das Maravilhas, A Bela e a Fera, Cinderela e Mogli: o menino lobo.  

A toda poderosa Disney

O subtítulo já diz todo. Hoje, a Disney é dona dos maiores sucessos da bilheteria do cinema mundial, já que a mesma detém parte dos direitos da Marvel, produtora de Vingadores e outros do mundo dos super-heróis, LucasFilm, responsável por toda saga Star Wars e Indiana Jones. Recentemente, a gigante do cinema mundial adquiriu os direitos da 20th Century Fox, que é dona dos Simpsons, uma outra parte da Marvel. Com essa compra, a Disney já anunciou a continuidade do longa que está em primeiro em arrecadação nas bilheterias mundial na história: Avatar, que ganhará mais quatro filmes, até 2029.



Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos: Divulgação / Disney Pictures
Veja também: