Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Cinco décadas de dedicação à arte

Artista plástica Rosi Darius completa 50 anos de carreira na pintura e promove exposição no próprio ateliê

4521d65ef78416cf78aefc8685062320.jpg Foto: Fernanda Rosa

O amor pela arte, demonstrado em centenas de trabalhos, criados ao longo de 50 anos dedicados à produção artística. É isto que a artista plástica Rosi Maria Winkler Darius, de 76 anos, está mostrando ao público através de uma exposição exclusiva, feita em seu próprio ateliê, no centro de Pomerode, que celebra as cinco décadas de sua dedicação à arte.

A exposição teve início na quarta-feira, 12 de setembro, em sua residência, na Rua dos Imigrantes, 314, e conta com várias das obras de arte produzidas pela artista ao longo de sua carreira, que retratam paisagens, flores e outras imagens, nos mais diversos materiais, como telas e pratos. 

Rosi é natural de Blumenau e nasceu em 28 de maio de 1942. Em 1986, mudou-se para Pomerode, já que, de acordo com a artista, sempre teve o sonho de morar aqui. “Quando eu era criança, vim com meus pais visitar o zoológico e fiquei encantada pela cidade, tendo o sonho de morar aqui. Também resolvi me mudar, porque Blumenau estava se desenvolvendo muito e era difícil encontrar espaços onde a natureza predominava, e eu me inspirava muito em paisagens naturais”, conta.

De acordo com o que relata a artista, o dom para a pintura existia desde quando era criança, mas admite que demorou a ter noção do seu talento e que só começou a realmente desenvolvê-lo anos mais tarde. “Desde criança eu era artista, mas não sabia. Mais de 20 anos depois comecei a perceber o meu dom, de verdade. Um fato muito curioso, foi que tive aulas de arte com uma excelente professora, que acabou saindo, e me chamaram para assumir o seu lugar, enquanto eu era apenas uma aluna. Então, quando comecei a me dar conta de que tinha um talento especial, ele foi aflorando rapidamente e, cada vez mais, eu tinha vontade de pintar”, revela a artista.

Tamanho dom foi sendo reconhecido ao longo dos anos, com diversas premiações nacionais e internacionais, além de 62 exposições, contando a partir de 1972, 145 mostras coletivas e inúmeros leilões. A artista também teve obras expostas em países como Paraguai, Uruguai, Argentina, Estados Unidos, Canadá, Alemanha, África do Sul e Inglaterra. Rosi Darius também foi presidente da Associação Pomerodense dos Artistas Plásticos (Apap) por dois anos, e ainda faz parte da organização.

Ao longo de sua carreira, Rosi já trabalhou com diversas técnicas de pintura, como aquarela, nanquim e giz pastel, por exemplo, retratando, principalmente, paisagens. Segundo a artista, sua inspiração é a arte oriunda do final do século XIX, durante o período conhecido como Belle Époque. “Sempre gostei muito do trabalho dos pintores impressionistas e foi nessa área que eu me inspirei para fazer as minhas próprias obras de arte”, ressalta.

Para quem quiser conferir um pouco mais do trabalho da artista, a exposição segue até o dia 16 de setembro, domingo.

 



Galeria de fotos: 2 fotos
Créditos: Fernanda Rosa Fernanda Rosa
Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg