Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Cidade 100% no pódio

No fim de semana, quatro desportistas pomerodenses subiram ao pódio, no 4º Beto Carrero Mountain Bike, realizado no domingo, 02 de dezembro, no Kartódromo Internacional Beto Carrero, em Penha (SC). A prova, no estilo circuito Cross Country, teve 500 participantes.

86fb70876c941049ff2057c24370cd03.jpeg Foto: -Marcelo de Souza, Maurício Borges, Rafael Jandre e Vilmar BoniDivulgação

No fim de semana, quatro desportistas pomerodenses subiram ao pódio, no 4º Beto Carrero Mountain Bike, realizado no domingo, 02 de dezembro, no Kartódromo Internacional Beto Carrero, em Penha (SC). A prova foi em estilo circuito Cross Country, na qual, os cerca de 500 participantes enfrentaram percursos de 25km (Sport) e 50km (Pró), ao redor do Beto Carrero Wold, compreendendo o kartódromo, pista de motocross, parque e trilhas da fazenda.

A Elemental Bike Team esteve presente, com quatro atletas, que conquistaram lugar em quatro pódios. Rafael Jandre terminou na terceira posição, na Sport Master 35-44 anos (50’05”); Marcelo de Souza ficou com a prata na Sport Master B 45-54 anos (55’29”); e as duas medalhas de ouro, conquistadas por Vilmar Luis Boni, na Sport Master C 55-64 anos (54’23”); e por Maurício Roberto Borges, que terminou como campeão Pró Geral (1:45’33”).

O campeão relata que a prova esteve dentro das suas características, que compreendem um percurso Cross Country. “Havia vários trechos de pastos e ‘gramadões’, com subidas curtas, além da parte do circuito que passava dentro de uma pista de motocross, que compreendia uma subida curta com lama. Outros trechos possuíam poças de lama, onde era necessário descer da bike e empurrar, por isso, o trecho era bastante ‘técnico’. Eu mantive uma boa média de 28 km/h, no qual, o segundo colocado chegou cinco minutos depois. Eu consegui abrir uma boa vantagem, no início da segunda volta, e administrei, com a consciência de que poderia ganhar a prova e, ao mesmo tempo, zelar pelo equipamento”, conta.

Ele se diz feliz com esta conquista. “Não treinei muito para essa prova, pois não vivo mais da bike, apenas faço pela paixão que sinto pelo esporte. Todavia, utilizei a experiência de mais de 20 anos de ciclismo para que tudo saísse perfeito”.

Já para Boni, participar de uma prova de Mountain Bike é muito empolgante e sempre reserva surpresas durante o percurso. “Neste desafio Beto Carrero não foi diferente, uma vez que encontramos situações adversas, o que exigiu, dos atletas, atenção redobrada. Mesmo com todo o trajeto muito bem sinalizado, as subidas e descidas extremamente escorregadias, demandaram muita técnica e concentração. E eu estou extremamente feliz com o resultado, pois não imaginava ser o campeão na categoria, logo na estreia desta modalidade. Afirmo que nossa motivação deve ser constante, pois o esporte, em sua plenitude, sempre nos ofertará desafios a serem conquistados, promovendo amplo crescimento pessoal, social e uma qualidade de vida ótima”, destaca.



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg4b580c53dad677f2141dea5ad908465d.jpg