Jornal de Pomerode

Edição Impressa



BRDE contrata R$ 800 milhões em financiamentos no primeiro semestre

Com isso, a instituição conseguiu diversificar fontes de recursos e, também a oferta de crédito. Os projetos financiados geraram renda e empregos em 90% dos municípios do Sul do País

ef771b9d06f08be88fdc4927d12b9acd.jpg Foto: Agência Estadual de Notícias

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) encerrou o primeiro semestre de 2018 com a contratação de 1.588 novas operações de financiamento, num total de R$ 800,1 milhões contratados. Os financiamentos beneficiaram empresas de todos os portes e segmentos, além de cooperativas e produtores rurais. Os projetos financiados geraram renda e empregos em 90% dos municípios do Sul do País.

Para diversificar a oferta de crédito, o BRDE está trabalhando para ampliar suas fontes de recursos. No primeiro semestre, passou a contar com novos recursos para o Turismo (Fungetur) e para projetos sustentáveis via Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). Os recursos do Sistema BNDES originaram 74,6% das contratações do período, contra 93% no primeiro semestre de 2017. O BRDE é o segundo maior repassador de recursos do Sistema BNDES na Região Sul e o 7º no ranking das instituições financeiras credenciadas considerando todo o território nacional.

Os 25,4% restantes das operações foram viabilizadas com recursos de fontes como as da Finep com 8,8% dos financiamentos contratados. O BRDE é o maior repassador nacional de recursos do Programa Inovacred, que financia projetos de empresas inovadoras, e até junho foram contratados R$ 232,1 milhões, ou 32,8% do total nacional. Recursos do FGTS financiam projetos de mobilidade urbana e saneamento, enquanto que projetos de investimentos no Mato Grosso do Sul são viabilizados com recursos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste - FCO. O Banco utiliza ainda recursos próprios e outras fontes de recursos.

Destaques

Um dos destaques operacionais foi o Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com financiamentos de R$ 214,4 milhões contratados no período. O crédito destinado a investimentos fixos (BNDES Automático) somou R$ 122,8 milhões.

Considerando os setores econômicos, o saldo da carteira de crédito estava distribuído da seguinte forma ao final do semestre: a Agropecuária respondia por 33,5%; a Indústria por 24,4%; a Infraestrutura, 21,1%; enquanto o setor de Comércio e Serviços representava 21,0% do total.

Santa Catarina

As operações de crédito em SC somaram R$ 285 milhões no primeiro semestre, o que corresponde a 35,6% dos financiamentos contratados pelo Banco. Entre os destaques da agência do BRDE em SC estão o desempenho do programa BRDE Produção e Consumo Sustentáveis – BRDE-PCS no seu eixo Energias Renováveis, que foi responsável por 14,5% das contratações, e o programa BRDE Inova, com 13,1%. Já o programa BRDE Municípios, que concede crédito para o setor público municipal, foi responsável por 11,3% das contratações.



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg