Jornal de Pomerode


Bandeira tarifária volta a cor amarela a partir de setembro

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a cor amarela volta a bandeira tarifária a partir do mês de setembro, com um acréscimo de R$ 2,00 a casa 100 kwh consumidos na conta de luz. A mudança ocorreu devido as melhores das condições hidrológicas nas regiões Sul e Sudeste.

9b25999041c0ca707cb0b4f18f8900d6.jpg Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a cor amarela volta a bandeira tarifária a partir do mês de setembro, com um acréscimo de R$ 2,00 a casa 100 kwh consumidos na conta de luz. A mudança ocorreu devido as melhores das condições hidrológicas nas regiões Sul e Sudeste.

A bandeira tarifária está vermelha patamar 1, desde agosto, com acréscimo de R$ 3 a cada 100 kwh consumidos.

A cor da bandeira (vermelha, amarela ou verde) vem impressa na conta de luz, depende do custo de acionamento das usinas termelétricas, e indica o custo de energia em função das condições de geração.

 



Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg