Jornal de Pomerode


Aplicativo para surdos transforma conteúdos da internet em Libras

Uma nova versão da Suíte Vlibras foi lançada hoje (5), em Brasília.

Uma nova vers&atilde;o da Su&iacute;te Vlibras foi lan&ccedil;ada hoje (5), em Bras&iacute;lia. Trata-se de um conjunto de ferramentas digitais que amplia a acessibilidade das pessoas com defici&ecirc;ncia auditiva a conte&uacute;dos online. O conjunto de aplicativos est&aacute; dispon&iacute;vel para download gratuito no Portal do Software P&uacute;blico Brasileiro (SPB).</p> <p>&nbsp;</p> <p>O coordenador do projeto Vlibras, Tiago Maritan, explica que o conjunto de aplicativos faz a tradu&ccedil;&atilde;o de conte&uacute;dos digitais (texto, &aacute;udio e v&iacute;deo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais, atrav&eacute;s de um boneco (avatar) 3D. As pessoas com defici&ecirc;ncia auditiva podem selecionar textos e &aacute;udios e, com um clique, traduzir estes conte&uacute;dos para Libras.</p> <p>&nbsp;</p> <p>"Ao contr&aacute;rio do que muita gente pensa, a maioria das pessoas surdas n&atilde;o s&atilde;o alfabetizadas em portugu&ecirc;s. Al&eacute;m de ter, muitas vezes, dificuldade de acesso a educa&ccedil;&atilde;o, elas t&ecirc;m tamb&eacute;m a barreira do portugu&ecirc;s, que n&atilde;o &eacute; a sua l&iacute;ngua m&atilde;e. A primeira l&iacute;ngua &eacute; a linguagem de sinais", explica Maritan, que &eacute; professor da Universidade Federal da Para&iacute;ba (UFPB).</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Software</strong></p> <p>&nbsp;</p> <p>O sotware Vlibras possui uma s&eacute;rie de ferramentas. Uma delas serve para a tradu&ccedil;&atilde;o de conte&uacute;dos de sites, &aacute;udios e textos para Libras e pode ser instalada em computadores, navegadores e celulares.</p> <p>&nbsp;</p> <p>Outra ferramenta &eacute; a chamada WikiLibras, um sistema para corre&ccedil;&atilde;o e inclus&atilde;o de novos sinais. Maritan afirma que ainda hoje h&aacute; um abismo entre a quantidade de palavras em l&iacute;ngua portuguesa e a quantidade de sinais.</p> <p>&nbsp;</p> <p>"O portugu&ecirc;s tem 300 mil palavras e libras tem de 10 a 15 mil sinais definidos. Ent&atilde;o, quando algu&eacute;m sentir falta de algum sinal na ferramenta, ele pode entrar l&aacute; e contribuir gerando novos sinais. Essa ferramenta &eacute; para a comunidade de surdos fazer a inclus&atilde;o de novos sinais e corrigir os sinais que ela considera que precisam melhorar", afirma Tiago.</p> <p>&nbsp;</p> <p>Os deficientes auditivos podem, atrav&eacute;s desta ferramenta, gravar um v&iacute;deo com um sinal, que ser&aacute; enviado para um programador reproduzir no avatar. Depois de reproduzido, o sinal passa pelo crivo de especialistas antes de ser validado e inclu&iacute;do no programa.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>In&iacute;cio</strong></p> <p>&nbsp;</p> <p>O projeto, que vem sendo desenvolvido h&aacute; seis anos, surgiu quando uma jovem com defici&ecirc;ncia auditiva passou no vestibular de Ci&ecirc;ncias da Computa&ccedil;&atilde;o na UFPB. A partir do desafio de comunica&ccedil;&atilde;o com ela, a ideia do pacote de programas foi sendo desenvolvida. Atualmente, o projeto &eacute; desenvolvido em parceria entre o Minist&eacute;rio do Planejamento, a Universidade Federal da Para&iacute;ba (UFPB) e a C&acirc;mara dos Deputados.</p> <p>&nbsp;</p> <p>De acordo com Maritan, a estimativa da equipe &eacute; de que haja mais de 10 mil downloads do aplicativo para celulares e uma m&eacute;dia de mil acessos di&aacute;rios &agrave; p&aacute;gina do Vlibras na internet.</p> <p>&nbsp;</p> <p>No evento de lan&ccedil;amento da nova vers&atilde;o, no Minist&eacute;rio do Planejamento, em Bras&iacute;lia, Maritan explicou a complexidade que &eacute; transformar os sinais realizados por humanos em anima&ccedil;&atilde;o 3D. Isso porque h&aacute; in&uacute;meras express&otilde;es faciais, corporais e gestuais que precisam ser reproduzidas em anima&ccedil;&atilde;o, o que exige um longo e exaustivo trabalho de programa&ccedil;&atilde;o.</p> <p>&nbsp;</p> <p>"&Eacute; um desafio realmente grande. A popula&ccedil;&atilde;o surda vai ter que ter paci&ecirc;ncia porque a ideia &eacute; melhorar a inclus&atilde;o, mas at&eacute; que isso fique muito pr&oacute;ximo dos int&eacute;rpretes humanos, ainda h&aacute; um caminho razo&aacute;vel para percorrer", afirma Maritan.</p> <p>&nbsp;</p> <p>De acordo com as estat&iacute;sticas do censo realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estat&iacute;stica (IBGE), quase 10 milh&otilde;es de brasileiros t&ecirc;m alguma defici&ecirc;ncia auditiva, o que representa 5% da popula&ccedil;&atilde;o do pa&iacute;s. Destes, cerca de 2 milh&otilde;es possuem defici&ecirc;ncia auditiva severa, 1,7 milh&otilde;es t&ecirc;m grande dificuldade para ouvir e 344,2 mil s&atilde;o surdos.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Int&eacute;rprete</strong></p> <p>&nbsp;</p> <p>O int&eacute;rprete de Libras Alexis Pier Aguayo foi ao lan&ccedil;amento do Vlibras e contou que sua trajet&oacute;ria com a linguagem de sinais come&ccedil;ou muito cedo. Quando ele nasceu, seu irm&atilde;o Falk, que &eacute; surdo, tinha nove anos. "Acabei virando o int&eacute;rprete dele, das conversas com seus amigos, com suas namoradas. Cresci nesse contexto e, para mim, sempre foi muito natural, era apenas uma forma de comunica&ccedil;&atilde;o com meu irm&atilde;o", conta.</p> <p>&nbsp;</p> <p>Aos 17 anos, Alexis come&ccedil;ou a se profissionalizar com tradutor/int&eacute;rprete de libras e, desde ent&atilde;o, nunca mais parou. Atualmente, al&eacute;m de ser servidor da Universidade de Bras&iacute;lia, trabalha como int&eacute;rprete na C&acirc;mara dos Deputados.</p> <p>&nbsp;</p> <p>No evento, Alexis emocionou a plateia ao interpretar o poema O Bal&eacute; das M&atilde;os, de sua autoria. Ele escreveu o texto ainda durante a adolesc&ecirc;ncia e seu irm&atilde;o Falk o manteve guardado por muitos anos. Segue o poema:</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>O Bal&eacute; das M&atilde;os</strong></p> <p>&nbsp;</p> <p>Em meio a mil palavras<br />Um &uacute;nico gesto molda toda a express&atilde;o do sentimento<br />O corpo se expressa com desenvoltura<br />E as m&atilde;os seguem graciosamente cada movimento<br />Ouvidos trocados pelos olhos em uma escuta atenciosa<br />E o bal&eacute; das m&atilde;os segue incans&aacute;vel e incessante.<br />O Sil&ecirc;ncio quebrado &agrave;s vezes pelo baque das m&atilde;os<br />S&oacute; o sil&ecirc;ncio, e as m&atilde;os seguem de forma majestosa.<br />Cada par de m&atilde;os, iguais, e ao mesmo tempo diferentes<br />Dando mais uma gra&ccedil;a a esse bel&iacute;ssimo espet&aacute;culo<br />Onde cada movimento completo o pr&oacute;ximo e &eacute; completado pelo anterior.<br />Cada forma, expressando todo o sentimento em si, presente.<br />E mesmo no fim quando elas d&atilde;o o sinal de adeus no fim do espet&aacute;culo,<br />A levamos em nossa mem&oacute;ria, em nossa alma e cora&ccedil;&atilde;o.<br />A recorda&ccedil;&atilde;o daquela dan&ccedil;a de movimentos, express&otilde;es e sentimentalismo,<br />A magia fant&aacute;stica do glorioso Bal&eacute; das m&atilde;os.</p> <p>&nbsp;</p> <p><em>Fonte: Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p>


Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg