Jornal de Pomerode


Aliando economia e preocupação com meio ambiente

Recentemente, a Câmara de Vereadores de Pomerode efetuou processo licitatório para viabilizar a instalação de sistema fotovoltaico, sendo uma das pioneiras da região no setor público.

cf43555fd477006720b6716468bcc60d.jpeg Foto: Divulgação

Recentemente, a Câmara de Vereadores de Pomerode efetuou processo licitatório para viabilizar a instalação de sistema fotovoltaico, sendo uma das pioneiras da região no setor público, apoiando, desta forma, os esforços para a geração de energia renovável, que irá reduzir significativamente a conta de energia do local. 

De acordo com a empresa que elaborou o projeto, a Câmara terá uma economia média de R$ 630,00 mensais. Esse valor representa 63% do máximo que poderia ser economizado com o sistema e cerca de 50% do valor da fatura atual. A economia projetada até o final da vida útil do equipamento é de R$ 928 mil, mais de 20 vezes o que foi investido. Com essa tecnologia, a Câmara de Pomerode deixa de emitir à natureza 4,4 toneladas de CO² por ano. Isso equivale a plantar 27 árvores/ano ou deixar de andar 37 mil km em um carro popular.

“As vantagens são muitas, tais como, o fato de ser uma energia sustentável, não poluente, inesgotável e gratuita, uma das formas ambientais mais corretas de se gerar energia”, explica o presidente da Câmara, Rafael Pfuetzenreiter. 

A implantação também não irá requerer obras nem grandes reformas e a durabilidade é de mais de 25 anos. A estimativa é que até o final do ano já esteja em funcionamento.

Visita Técnica 

Na sexta-feira, 27 de outubro, Pfuetzenreiter e os vereadores Ademar Marquardt, Daniel Hornburg e Jean Nicoletto realizaram visita técnica em uma residência de Pomerode, onde o proprietário já utiliza energia elétrica por painéis fotovoltaicos.



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 2 fotos









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg