Jornal de Pomerode


Acip promove 1º Café dos Empresários

A sede da Associação Empresarial de Pomerode (Acip) foi sede, nesta quinta-feira, 19 de outubro, do 1º Café dos Empresários, reunião entre os associados para discutir assuntos importantes para a comunidade. O encontro foi das 07h30min às 09h30min.

7ba2c1c1ef99a477769a14d726ba2865.jpg Foto: Isadora Brehmer/JP

A sede da Associação Empresarial de Pomerode (Acip) foi sede, nesta quinta-feira, 19 de outubro, do 1º Café dos Empresários, reunião entre os associados para discutir assuntos importantes para a comunidade. O encontro foi das 07h30min às 09h30min e contou com a presença de cerca de 30 empresários, além de representantes da Acip e dos gestores municipais Ércio Kriek e Gladys Sievert. 

O objetivo foi trazer o associado para dentro da Associação e ter a presença do poder público foi para promover a troca de ideias e de informações, porque no decorrer do ano, a comunidade do setor privado não consegue ter participação nestas ações.

Portanto, os gestores públicos apresentaram aos representantes da iniciativa privada dados relativos à receita, aos gastos e investimentos da máquina pública, referentes ao ano de 2017. Segundo o prefeito, a receita em 2017 foi de cerca de R$ 86 milhões, sendo que, aproximadamente, 45% dela é destinada à folha de pagamento. 

Também foram citadas as obras executadas durante o ano, além de serem apresentadas justificativas quanto às que estão sendo aguardadas mas ainda não têm previsão de conclusão, como o Posto de Saúde do Centro, por exemplo. 

“É muito bom nós podermos prestar contas e, também, ouvirmos os anseios e dificuldades deles. O município é de todos nós e estamos lá para executar aquilo que as pessoas que vivem nesse município esperam que sejam feitas. Através destas reuniões, deste contato que temos com um grupo maior, fica mais fácil ouvir e atender a estes anseios”, pondera o prefeito.

Um dos pontos que gerou mais debate foi sobre o ponto facultativo, a respeito do qual a comunidade civil, principalmente os associados, já demonstraram o seu descontentamento quanto às medidas sempre adotadas pela Prefeitura. Inclusive, o presidente da Acip, Peter Volkmann, afirmou que será feito um abaixo-assinado nas empresas para descobrir a opinião da comunidade civil a respeito do ponto facultativo. 

Ele também reitera a importância de se estabelecer um diálogo entre o poder público e a iniciativa privada, como forma de trazer o melhor para a comunidade. “Então, o objetivo da Acip é justamente conceder o tempo para que o empresário coloque suas dúvidas, seus questionamentos, sugestões, e que o poder público possa explicar o trabalho que vem desempenhando ao longo do ano”, ressalta.

A intenção da Acip, segundo Volkmann, é que reuniões como esta, com café e debate, sejam realizadas a cada três meses, com temas diversos que sejam pertinentes ao empresário pomerodense.



Tags:
Veja também:









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg