Jornal de Pomerode


A primeira do Vale do Itajaí

Um dos maiores grupos educacionais privados do Brasil, a Unicesumar, comemora a inauguração de seu primeiro polo de educação a distância no Vale do Itajaí. A cerimônia foi realizada na noite de 03 de outubro, na sede da instituição.

4fa931c85c8c9c0d2d15d60fe5b87f3f.jpg Foto: Tatiane Hansen/JP

Um dos maiores grupos educacionais privados do Brasil, a Unicesumar, comemora a inauguração de seu primeiro polo de educação a distância no Vale do Itajaí. A cerimônia foi realizada na noite de 03 de outubro, na sede da instituição.

A unidade está localizada em Indaial. E, além da importância educacional, o prefeito da cidade ressalta o valor da instalação de mais uma empresa no município.

Foram investidos quase R$ 250 mil no novo endereço da instituição. “Mais uma empresa que chega à cidade de Indaial e recebemos com muita alegria. Uma empresa da área da educação, que se destaca em nível nacional pela sua excelência e é mais uma que vem contribuir para o desenvolvimento de nossa cidade”, ressalta André Moser, prefeito de Indaial.

A escolha pela cidade  se deve ao potencial da cidade. O município, com população estimada, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 66.497 habitantes, tem menos de cinco mil pessoas com ensino superior. Atualmente, 5% dos alunos de Blumenau são de Indaial e região.

O polo de Indaial conta com um auditório para 120 lugares, que poderá ser usado para treinamentos, palestras de empresas conveniadas e parceiros. Além disso, possui, também, um laboratório de informática, biblioteca e salas de aula. Inicialmente, a previsão é de que 300 alunos já façam uso da estrutura, bem como dos conteúdos disponibilizados. “Nossa capacidade, aqui nessa unidade, é de atender até 2.500 alunos, até pela própria metodologia, quando nosso aluno vem, obrigatoriamente, a cada cinco semanas à instituição. Isso não quer dizer que só irá estudar nesse período, ao contrário, ele estudará todos os dias, possuirá uma série de atividades pra efetuar, além de interagir com pessoas do Brasil inteiro. Nosso trabalho, nosso esforço é atender toda a região”, afirma Adriano Albano, diretor do polo.

Com a Unicesumar de Indaial, estudantes do Vale do Itajaí poderão fazer cursos de graduação e pós-graduação. A unidade é a de número 170 no ensino a distância. “São 40 cursos de graduação, 80 de pós-graduação, 400 cursos livres e, o que sempre precisamos frisar, com muita qualidade. E não somos nós que falamos dessa qualidade, são os indicadores do MEC”, completa.

E os investimentos não param por aí. A Unicesumar pretende atingir a marca de 500 polos EaD em todo o Brasil até o fim do ano que vem. Somente em 2017, serão 45 milhões de reais investidos na abertura de novas unidades de ensino a distância. “Praticamente, não temos fronteiras. Serão unidades no Brasil inteiro e, até o final de 2018, devemos estar em 500 cidades do país, esse é o plano. Em Santa Catarina, serão 30 cidades”, comenta Albano.

A Unicesumar está entre as dez melhores instituições de ensino do país, conquistando, ainda, a melhor nota no ranking, segundo o MEC. E o resultado é consequência do investimento em qualidade.  A instituição obteve nota 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), pelo sexto ano consecutivo, em uma escala de avaliação de 1 a 5. “Nós trabalhamos e levamos a sério a educação a distância. Os indicadores do MEC, do Guia do Estudante, da Associação dos Estudantes de Educação a Distância sempre nos colocam no topo do Brasil. Hoje somos considerados a melhor instituição de educação a distância do país e é o que nós viemos trazer aqui”, completa Albano.

Atualmente, são 15 polos em Santa Catarina. Mas, até o fim deste ano, serão mais de 30 unidades catarinenses. Serão inaugurados novos polos em Gaspar, Rio do Sul, Navegantes, São João Batista, Tijucas, São Francisco do Sul, Itapema, Camboriú, Florianópolis (segunda unidade na cidade), Biguaçu, Videira, Caçador, Canoinhas, Mafra e Curitibanos.

A Unicesumar contabilizou, no primeiro semestre, 152 polos, 90 mil alunos, três mil colaboradores e presença em todos os estados brasileiros. Até março de 2018, serão 350 polos e 120 mil alunos. A autorização do MEC para a abertura de novos polos, em seis meses, foi mais um reconhecimento da qualidade do ensino e da estrutura organizacional e pedagógica colocada à disposição dos alunos. 



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 4 fotos
Créditos: Tatiane Hansen/JP Tatiane Hansen/JP Tatiane Hansen/JP Tatiane Hansen/JP









Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg