Jornal de Pomerode


Na ponta do lápis - 25/10

Dívida pública

A Dívida Pública Federal – que inclui o endividamento interno e externo do Brasil – registrou aumento em setembro. O estoque da dívida subiu 0,79%, passando de R$ 3,404 trilhões, em agosto, para R$ 3,430 trilhões em setembro, informou a Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda. Esse crescimento da dívida ocorreu devido aos gastos com juros no valor de R$ 27,15 bilhões. 

Impedimento

Aproximadamente 100 mil micro e pequenas empresas estarão impedidas de transmitir a Declaração Mensal do Simples Nacional (PGDAS-D) do mês de novembro, alertou a Receita Federal. O PGDAS-D é um aplicativo disponível no Portal do Simples Nacional, que serve para o contribuinte efetuar o cálculo dos tributos devidos mensalmente na forma do Simples Nacional e imprimir o documento de arrecadação (DAS). No caso dos contribuintes do Simples Nacional, a Receita já identificou quase 100 mil empresas que, sem amparo legal, assinalaram no PGDAS-D campos como “imunidade”, “isenção/redução-cesta básica” ou ainda “lançamento de ofício”. Essa marcação acaba por reduzir indevidamente o valor dos tributos a serem pagos, explicou a Receita.

Empregos temporários

O comércio varejista de todo o país deve aumentar, neste ano, entre 4% e 5,5% e, consequentemente, isso levará a uma expansão dos postos de trabalho temporário de final de ano, segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop). A entidade espera obter no Natal um crescimento de 2% e faturamento de R$ 34,3 bilhões, 4,3% superior a 2016, após uma sequência de estabilidade e resultados negativos. A previsão é de que ocorra um aumento de 5,5% nas contratações de pessoal em comparação a 2016 e uma elevação de 7% no salário médio (R$ 1,2 mil). Só no período de novembro a dezembro, deverão ser gerados em torno de 115 mil empregos temporários – dessas vagas, de 60 a 70 mil se concentram no comércio e 10 mil no segmento de serviços.

Investe SC

A Investe SC reunirá mais de 55 instituições e empresas ligadas a investidores durante o Santa Catarina Day, na sede da Acate, em São Paulo, na quinta-feira, dia 26. Trata-se de um seminário para representantes da área econômica de consulados, câmaras de comércio e escritórios de apoio a investidores sediados na capital paulista, além de empresários nacionais interessados nas potencialidades de negócios no estado. 

A Investe SC é a agência catarinense de atração de investimentos nacionais e internacionais, criada a partir da parceria do Governo do Estado com a Federação das Indústrias de Santa Catarina. Pelo Governo do Estado, participam as secretarias da Fazenda, de Assuntos Internacionais, do Desenvolvimento Econômico Sustentável, da Comunicação e a SCPar.



Publicado em 25/10/2017 - por Jornal de Pomerode

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo

Publicidade

  • 50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg