Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Na Ponta do Lápis - 06/02

Dados de desemprego

O país encerrou 2018 com uma taxa de desemprego média de 12,3%, informou o IBGE, na manhã de quinta-feira, dia 31 de janeiro. 

O indicador representou queda de 0,4 ponto percentual em relação ao verificado em 2017, quando o desemprego havia atingido o nível mais alto da série histórica, com taxa média de 12,7% no ano.

A redução, na comparação anual, reflete movimento que foi contínuo em 2018, com as novas ocupações surgindo, principalmente, do mercado informal.

Conforme são reduzidas as vagas com carteira assinada, uma parcela da população é empurrada para trabalhos sem a proteção das leis trabalhistas, que demandam profissionais de menor qualificação e pagam menores salários.

Perda de valor no mercado

A Vale perdeu R$ 71 bilhões em valor de mercado na segunda-feira, dia 28 de janeiro, no primeiro pregão da Bolsa brasileira após o rompimento de uma barragem da mineradora em Brumadinho, Minas Gerais, e cai de terceira para quinta empresa mais valiosa do país. É a maior perda de valor de mercado em um único dia na Bolsa brasileira. O tombo anterior foi a perda de R$ 47,3 bilhões pela Petrobras, em maio do ano passado, segundo a Economatica. 

Até a semana passada, a Vale era a terceira maior, atrás apenas de Petrobras e Itaú, mas agora perde também para Bradesco e Ambev. O valor perdido apenas nesta segunda equivale a cerca de todo o valor de mercado da empresa de celulose Suzano. 

A queda reflete, ainda, a suspensão do pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio, que garantiu R$ 7,7 bilhões a acionistas no ano passado e vinha atraindo investidores.

Previsão de inflação

Os economistas do mercado financeiro passaram a prever inflação abaixo de 4% em 2019, ao mesmo tempo em que estimam que não haverá aumento dos juros básicos da economia no decorrer deste ano. Os juros básicos da economia são fixados pelo Banco Central (BC).

As previsões constam no boletim de mercado, também conhecido como relatório “Focus”, divulgado na segunda-feira, dia 04, pelo BC. O relatório é resultado de levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras.

Para 2019, os analistas das instituições financeiras diminuíram a expectativa de inflação de 4% para 3,94%. Essa foi a terceira queda seguida do indicador e, também, foi a primeira vez que o mercado estimou que o IPCA ficará abaixo de 4% neste ano.



Publicado em 06/02/2019 - por Jornal de Pomerode

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png

Galeria de fotos: 1 fotos
Créditos:







Autor deste artigo

Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg