Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Contra-Ataque

<strong><em>Estamos de olho</em></strong><br />Na sexta-feira, dia 09/03, ap&oacute;s a publica&ccedil;&atilde;o da mat&eacute;ria na edi&ccedil;&atilde;o 533 do Jornal de Pomerode, a Associa&ccedil;&atilde;o Pomerode Futsal encaminhou solicita&ccedil;&atilde;o jur&iacute;dica &agrave; Funda&ccedil;&atilde;o Municipal de Esportes de Indaial, referente &agrave; pol&ecirc;mica da Final do Torneio de Indaial, na qual o Loes esteve com seis jogadores dentro de quadra. Na peti&ccedil;&atilde;o, a Associa&ccedil;&atilde;o requer, entre outras coisas, a anula&ccedil;&atilde;o da partida, a puni&ccedil;&atilde;o ao atleta envolvido e tamb&eacute;m a declara&ccedil;&atilde;o da APF/Pomerode como campe&atilde; da competi&ccedil;&atilde;o. At&eacute; o fechamento da edi&ccedil;&atilde;o, segundo os dirigentes da APF, a FME Indaial n&atilde;o havia se manifestado. Vamos aguardar os novos acontecimentos e o desenrolar deste imbr&oacute;glio que, infelizmente, est&aacute; longe de ser resolvido.</p> <p><strong><em>Estamos de olho II</em></strong><br />S&oacute; para refrescar a mem&oacute;ria de todos, os &aacute;rbitros que apitaram aquela decis&atilde;o foram Gean Coelho Telles e Jo&atilde;o Ant&ocirc;nio da Silva, ambos pertencentes ao quadro da Fifa.</p> <p><strong><em>At&eacute; que enfim</em></strong><br />Nesta semana, o mundo do futebol recebeu a not&iacute;cia de que Ricardo Teixeira renunciou &agrave; presid&ecirc;ncia da CBF, movido, l&oacute;gico, pela press&atilde;o sofrida nos casos de corrup&ccedil;&atilde;o envolvendo o seu nome. Muito foi falado dele, muitas coisas boas foram ditas ao seu respeito. Entre elas, o fato do Brasil ter faturado mais de 100 t&iacute;tulos em seu mandato, em todas as categorias. Ou ainda, o aumento de dois para 10 patroc&iacute;nios para a Sele&ccedil;&atilde;o Brasileira. N&atilde;o podemos esquecer tamb&eacute;m o sucesso da f&oacute;rmula de pontos corridos adotada para os jogos do Campeonato Brasileiro. Mas de que adiantam todas essas coisas boas, se as not&iacute;cias de corrup&ccedil;&atilde;o continuam pipocando a seu respeito? Ser&aacute; que tudo isso que ele fez foi uma forma de melhorar o futebol ou foram s&oacute; manobras pol&iacute;ticas? O dinheiro conquistado veio de forma l&iacute;cita? Estas perguntas est&atilde;o longe de ser respondidas. Agora, uma coisa &eacute; certa... Para haver uma mudan&ccedil;a dr&aacute;stica nos rumos do futebol brasileiro, s&oacute; com uma reformula&ccedil;&atilde;o profunda. Ser&aacute; que, algum dia, isso vai acontecer?</p>


Publicado em 30/11/-0001 - por Bob Gonçalves

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo

Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg