Terca-Feira, 20 de Agosto de 2019

facebook_icon

Hoje: Máx 15Cº / Min 10°C

Siga a gente -

Jornal de Pomerode

Edição Impressa

icon_user

Contra-Ataque

<strong><em>Que "B&oacute;snia"...</em></strong><br />Quem assistiu ao jogo da Sele&ccedil;&atilde;o Brasileira na ter&ccedil;a-feira? Se voc&ecirc; foi um desses que preferiu manter a sua rotina, com certeza n&atilde;o perdeu muita coisa. Acompanhando o notici&aacute;rio, pude perceber que as coisas n&atilde;o mudaram neste novo ano. E a coisa come&ccedil;a a ficar preocupante, uma vez que as Olimp&iacute;adas est&atilde;o a&iacute; e o time n&atilde;o deslancha. A vit&oacute;ria suada, conquistada com um gol contra no &uacute;ltimo minuto, diante da B&oacute;snia (atual 19&ordf; no ranking da Fifa), vem provar que o Brasil caminha a passos largos... Rumo a um fiasco na Olimp&iacute;ada (mais um!) e tamb&eacute;m na Copa de 2014. Parafraseando o meu amigo Pedro Schmitt, "o Brasil tem 11 bons valores individuais, mas que n&atilde;o d&atilde;o certo jogando juntos". At&eacute; que n&atilde;o se ache o futebol ideal, teremos que nos contentar em derrotar advers&aacute;rios med&iacute;ocres, apresentando um futebol med&iacute;ocre, que vai resultar em campanhas med&iacute;ocres. Infelizmente, &eacute; a dura realidade do 7&ordm; melhor futebol do mundo. At&eacute; quando?</p> <p><strong><em>Quase l&aacute;</em></strong><br />O centroavante T&uacute;lio Maravilha continua na busca incessante de seu mil&eacute;simo gol, na tentativa de igualar o feito alcan&ccedil;ado por Friedenreich, Pel&eacute; e Rom&aacute;rio. O atacante marcou cinco vezes num amistoso disputado no domingo passado, entre o seu time, o CSE de Alagoas, e a sele&ccedil;&atilde;o de Quebrangulo, que terminou 8 a 1. Agora, nas contas do pr&oacute;prio jogador, faltam "apenas" 17 para alcan&ccedil;ar marca hist&oacute;rica. T&uacute;lio disse que vai largar o futebol alagoano assim que marcar seu 993&ordm; gol, quando ent&atilde;o ir&aacute; defender as cores do Botafogo. Ele pretende chegar aos 1000 ostentando a camisa do alvinegro carioca, time de seu cora&ccedil;&atilde;o. E esse feito &eacute; o grande objetivo de vida do atacante, uma vez que ele largou a vida p&uacute;blica em nome da marca. Inclusive, chegou a fazer um apelo no Twitter, requisitando "gar&ccedil;ons" (jogadores que sejam bons em assist&ecirc;ncias) para que possa continuar balan&ccedil;ando as redes.</p>


Publicado em 30/11/-0001 - por Bob Gonçalves

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo

  • 
    50b2324f0aa1127b27ce46c6d6dd7ed4.jpg