Jornal de Pomerode

Edição Impressa



Contra-ataque - 02/05

Amistosos

No sábado, dia 28 de abril, a Escolinha Gol de Placa, coordenada pelo meu amigo Marcos Villwock, o Caco, realizou uma série de amistosos contra a ADR Karsten, em Testo Salto, nas categorias Sub 07, Sub 08, Sub 10 e Sub 12. Ao todo, foram cinco vitórias pomerodenses, duas blumenauenses e um empate, com os seguintes resultados: Sub 07 - Karsten 4 x 1 Gol de Placa, Karsten 2 x 0 Gol de Placa; Sub 08 - Gol de Placa 4 x 0 Karsten, Gol de Placa 2 x 0 Karsten; Sub 10 - Gol de Placa 5 x 0 Karsten, Gol de Placa 2 x 0 Karsten; Sub 12 - Gol de Placa 1 x 1 Karsten, Gol de Placa 0 x 1 Karsten. Caco diz que a importância desses amistosos é criar o espírito de competitividade e proporcionar aos meninos a possibilidade de jogar em um ginásio como o da ADR Karsten, além de servir como preparativo para a Copa Dipil, em Massaranduba.

 

Jogos do Sesi

No sábado, dia 28 de abril, teve prosseguimento a modalidade de Futsal Livre, na Associação da Porcelanas Germer, em Timbó, em confrontos alusivos às chaves B e C. No primeiro jogo, a Metisa goleou a Cativa-A, por 10 a 1. Na sequência, houve WO em favor da Objeto Brasil, diante da Kyly-B. Logo após, a Fakini Malhas venceu a Cativa-C, por 5 a 1. E fechando a 5ª rodada, a Porcelanas Germer fez 4 a 0 para cima da Netzsch do Brasil. A 6ª e última rodada da fase classificatória será realizada no próximo sábado, dia 05 de maio, na Associação da Metalúrgica Fey, em Indaial.

 

Meia de Balneário Camboriú

Uma das maiores estruturas do ano para corridas de rua em Santa Catarina foi montada neste domingo, dia 29, para a Meia Maratona Internacional de Balneário Camboriú. A prova reuniu mais de 4,5 mil atletas, nas categorias 21km (individual e revezamento), 5km e Maratoninha Kids. O evento foi uma realização da Associação de Apoio à Cultura e ao Esporte de Santa Catarina (Aacesc), com organização da Corre Brasil. Saíram vencedores, nos 21km, Jurandyr Couto (1h8min16seg) e Simone Ponte Ferraz (1h21min13seg); e nos 5km, cruzaram a linha de chegada em primeiro lugar Ojanio dos Santos (15min17seg) e Gabriela de Freitas (17min22seg).

 

24 anos sem Ayrton Senna

A cada início do mês de maio, impossível não lembrar de um dos maiores - se não, o maior - pilotos da história. O legado de Ayrton Senna permenece indestrutível na memória e, principalmente, no coração dos brasileiros, mesmo após quase um quarto de século. De lá para cá, muita coisa mudou na Fórmula 1, afinal, os acidentes servem para que lições sejam aprendidas. Contudo, a emoção vivida por aqueles que acompanharam o “circo” no fim dos anos 80 e início dos anos 90, jamais voltará. Por isso, faço questão de registrar, todo ano,  a minha admiração e a minha saudade por um dos maiores ídolos brasileiros que o esporte teve.

 



Publicado em 02/05/2018 - por Bob Gonçalves

btn_google.png btn_twitter.png btn_facebook.png








Autor deste artigo

Publicidade

  • 
    eb224b55631b8f403d168a912e1f6fb6.jpg